[Resenha] Terrivel Encanto – Um novo ponto de Vista

A Jovem Aislinn sempre viveu sob a protação de três regras insuitda, mas bastante simples:

– Não encare os seres encantados invisíveis;

– Não fale com os seres encantados invisíveis;

– Nunca desperte a atenção deles.

Mas com a chegada de um ser encantado poderoso e sedutor, essas regras parecem perder todo o significado, e a garota se vê diante de escolhas pertubadoras, imersa num mundo que desde pequena foi ensinada a temer e odiar.

Este é o primeiro de cinco livros da coleção Wicked Lovely da Autora Melissa Marr. A história conta o universo das fadas – seres encantados, suas características, suas cortes e a interferência deles no mundo “humano.”

O interessante é que o foco não é apenas em certos personagens, mas sim em como os eventos contados afetam o todo, no caso as cortes dos seres encantados. Sendo assim a autora em cada livro mostra o desenrolar dos fatos aos olhos de 2 a 3 personagens diferentes, veja bem, não que eles sumam de um livro para o outro, só não são o foco. Na realidade, todos os personagens são importantes no progresso da história, então desta forma conseguimos entender melhor cada um deles e seus posicionamentos.

Vale ressaltar o trabalho de pesquisa da autora, pois em cada capitulo há trechos de outros livros pertinentes a historia e que possivelmente devem ter servido de base para criação deste universo contato nesta coleção.

Neste primeiro livro conhecemos alguns personagens, mas acompanhamos apenas três: Aislinn, Keenan e Donia.

O conflito principal é baseado na busca de Keenan, Rei do Verão, por sua Rainha.

Esta necessidade ocorre devido a uma imposição dos Reis e Rainhas das outras cortes, que diminuíram o poder dele e a única forma de restaurá-lo é encontrando a Rainha Escolhida. Há muito tempo ele está em busca dessa garota, algumas já tentaram passar pelo teste, mas não eram a pessoa certa, com isso foram possuídas pelo frio do inverno, se tornando assim a Garota do Inverno até que outra tome o seu lugar, ou seja realmente a escolhida.

Em sua busca constante Keenan se deparou com Aislinn e viu nela sua próxima tentativa.

Aislinn sempre foi ensinada por sua avó a nunca deixar transparecer aos seres encantados que ela os via. Destinos cruéis eram descritos para aqueles que os seres encantados descobriam serem dotados da Visão. Então ela os temia e o odiava ao mesmo, pois não queria ter esse Dom.

A partir do momento que um dos seres encantados se transformou em humano para conversar com ela, Aislinn viu que as coisas não estavam certas e correu direto para o seu grande refugio, a casa vagão de trem desativado – ótimo lugar já que o metal não faz bem aos seres encantados – de seu “amigo” Seth.

Seth por sua vez, é aquele amigo que sempre foi apaixonado por Ash e até o momento nunca tinha demonstrado nada, naquela tentativa de não perder a amizade e tudo mais. Engraçado é que ambos nutriam sentimentos um pelo outro e demoraram bastante tempo para se permitir ficar juntos. Nada como um novo pretendente para que atitudes fossem tomadas.

No decorrer vemos as tentativas de Keenan para conquistar Ash, já que ele a considerava a escolhida, e conhecemos a Donia a ultima garota a tentar fazer o teste. Como não teve êxito, ela aguarda consigo o frio do inverno e um louco amor pelo Rei do Verão – além de serem oposto climaticamente falando, Keenan tinha uma escolhida, aquela que seria sua esposa e Rainha, então este sentimento já estava fadado ao fracasso visto que ela não era a pessoa que ele procurava.

Em si Donia é uma peça importante na transição do tal teste, é como se ela passasse seu “bastão” para a próxima pretendente.

Não vamos pensando que tudo são flores, a perversa mãe de Keenan, atual Rainha do Inverno, a Beira nunca quis que seu filho conseguisse encontrar a sua verdadeira Escolhida e quando a possibilidade se tornou plausível ela tentou com unhas e dentes se certificar que não desse certo. Mas em meio a esses conflitos e busca por poder, vemos o posicionamento desses personagens, precisamente da Aislinn sobre a situação e entendemos como esses novos eventos mexeram com a realidade das cortes.

Coleção Wicked Lovely:

– Terrível Encanto;

– Tinta Perigosa;

– Frágil Eternidade;

– Sombras Radiantes;

-Darkest Mercy (tradução livre: Misericórdia Obscura)

 

Ps.: Esse livro já foi resenhado aqui no blog por Mione Le Fay, veja a opinião dela aqui.

Anúncios

5 pensamentos sobre “[Resenha] Terrivel Encanto – Um novo ponto de Vista

  1. Pingback: [Resenha] Frágil Eternidade | No Meu Mundo

  2. Pingback: [Resenha] Tinta Perigosa – Um novo ponto de Vista | No Meu Mundo

  3. Pingback: [Resenha] Sombras Radiantes – Coleção Wicked Lovely | No Meu Mundo

  4. Pingback: [Resenha] Contos de Fadas e Pesadelos | No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s