[Resenha] O menino do pijama listrado

É um livro curto que apresenta apenas 192 páginas, você começa a lê-lo, e embarcar em uma jornada ao lado de um garoto de nove anos chamado Bruno aonde você cedo ou tarde chegará a uma cerca. Ele mostra a onde morre a inocência e nasce a concepção do mundo real. Mostra os horrores da Segunda Guerra Mundial no interior da Alemanha. E é através do olhar de uma inocente criança que nada sabe sobre os confrontos e os nazistas que a história é contada.

Bruno não entende sua repentina partida de Berlim, para uma cidade bela e muito aconchegante, e a única coisa que sabe é que essa mudança está ligada ao grande trabalho de seu pai. Na verdade, o pai de Bruno é um oficial Alemão Nazista da alta hierarquia, subordinado a Hitler, e a nova casa é localizada nas vizinhanças do campo de concentração de Auschwitz. Lá ele queria encontrar amigos e crianças, e foi quando ele encontrou uma cerca, porém não entendia porque as pessoas do outro lado vestiam um estranho pijama listrado, e em pouco tempo criou uma grande amizade com um garoto Judeu que usa esse uniforme. Ele está sozinho quando conhece Shmuel, um menino da mesma idade, judeu que nasceu no mesmo dia que ele. Embora eles vivam em realidades diferentes, a amizade é o tema mais importante da obra de John Boyne.

John consegue desenvolver a narrativa de uma maneira totalmente fluída e encantadora, você conversa com os personagens durante a leitura, consegue sentir os ambientes narrados na estória e sentir todas as emoções dos personagens sejam elas boas ou ruins.O livro é muito bom, faz com que as páginas passem sem que o leitor perceba, a capa do livro é maravilhosa apesar de simples, enfim… o menino do pijama listrado é um livro maravilhoso que vai lhe tirar as palavras, LEIAM !!!

  
 

Em 2008 foi feita uma adaptação para o cinema, mais quem leu o livro vai notar algumas diferenças em relação à história mostrada no filme, como a maneira gradativa com que a mãe percebe o absurdo que acontece à sua volta, no livro desde o começo, ela parece não aceitar a situação , a idade de Bruno e como no final a família descobre sobre as visitas do garoto ao campo, na obra literária, eles nunca chegam a ter conhecimento do que realmente aconteceu. A pureza e a ingenuidade nas atitudes do menino enfatizam ainda mais o horror do nazismo, que acaba de uma maneira ou de outra, com a vida de todos.

A direção é clássica e a trilha sonora é bem presente. No fundo, a verdadeira força de O Menino do Pijama Listrado é a história que o longa se propõe a contar. O enfoque maior do filme talvez não seja necessariamente o episódio que narra, mas o tema maior da intolerância étnica que tem voltado a se tornar um problema tão sério que já não pode deixar de ser discutido.
A leitura vale muito a pena, a amizade em meio as tentativas de justificar aqueles acontecimentos bárbaros por um menino de 9 anos, surpreende.

O final é inesquecível, e essa parte só lendo para ver.

Anúncios

5 pensamentos sobre “[Resenha] O menino do pijama listrado

  1. Yet another excellent website checked out by way of my freakin fantastic mind! I may not be able to preserve any information for a while after using all of this in. Cheers once again with respect to the excellent content and also info, it shall not be with regard to obtained

    Gostar

  2. Thankx so much for this! I havent been this thrilled by a post for a long period of time! Youve got it, whatever that indicates in blogging. Anyway, You are undoubtedly someone that has something to say that people need to hear. Keep up the good job. Maintain on inspiring the people!

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s