[Resenha] Paixão

Luce morreria por Daniel. E morreu. De novo e de novo. Ao longo do tempo, Luce e Daniel se encontraram somente para serem dolorosamente separados: Luce morta, Daniel deixado machucado e sozinho.

Mas talvez não precise ser dessa maneira… Luce está certa que algo – ou alguém – em uma vida passada pode ajudá-la em sua vida presente. Então ela começa a jornada mais importante desta vida… voltando eternidades para presenciar em primeira mão seus romances com Daniel… e finalmente descobrir o segredo para fazer seu amor durar.

Cam e a legião de anjos e Exilados estão desesperados para pegar Luce, mas nenhum deles está tão agitado quanto Daniel.

Ele vai atrás de Luce através de seus passados em comum, com medo do que pode acontecer se ela reescrever a história. Porque então seu romance corre o risco de acabar… para sempre.

A Série Fallen é aquele tipo de série envolvente, que gera expectativa e que prende o leitor aos poucos sem que ele se quer perceba como está sendo envolvido. Tudo o que você sabe, apesar da grande enrolação, é que você precisa ler a continuação para obter as respostas que giram em torno na maldição que permeia o amor entre Luce e Daniel. A série toda tem um fascínio, que não sei, não dá pra explicar…

Por esse motivo, mesmo após a minha decepção com Tormenta que se deveu mais pela falta de respostas e pela geração de muitas outras, eu mal vi o momento de ler a continuação dele, Paixão, que com certeza foi um dos livros mais aguardado em seu ano de lançamento.

Paixão começa exatamente onde Tormenta acabou. Através dos anunciadores que Luce descobriu para o que serviam e o que eram na verdade, ela acaba entrando em uma das sombras com o único propósito de descobrir o que estava por trás de sua maldição e também de seu amor por Daniel. Isso porque Luce está de saco cheio de Daniel ser evasivo e esquivo em suas respostas quanto ao passado de ambos e pelo fato de que ela precisava saber se o amor que sentiam um pelo outro era a causa da terrível maldição.

Sinceramente, seu eu fosse a Luce, eu pensaria a mesma coisa, mas com certeza não agiria da mesma forma, não sei se Luce é muito tapada ou inocente demais, porque o livro acabou virando uma coleção de escolhas insanas e idiotas feitas pela personagem. Na verdade, na minha opinião, Lauren Kate manchou personalidades da Luce e do Daniel. Daniel que no primeiro livro foi um anjo misterioso, que te fazia querer saber mais sobre ele, neste volume, apesar da pena que eu senti em alguns momentos dele, achei o personagem muito patético e miserável, sempre chegando atrasado nas eras que Luce visitava. A explicação para isso foi tão decepcionante que era melhor Lauren Kate ter escrito logo que ele estava sempre a um passo atrás de Lucinda porque ela queria que fosse assim.

As viagens tão esperadas de Luce acabaram sendo cansativas de ler, tornaram o livro chato, oco e desanimador, apesar da rica narrativa da autora.

Ao invés de investigar, ser objetiva quanto o porquê da danada da maldição, Lucinda sempre parecia mais interessada em beijar, abraçar e admirar Daniel quando se encontravam em suas vidas passadas. Fora que ela viajava as cegas, nunca sabia para onde estava indo e apesar de eu achar que seria importante sim explicar coisas sobre a relação dos dois no passado, achei muita coisa desnecessária e uma total perca de tempo, uma vez que apenas três vidas pela qual ela visitou foram de fato importantes e construtivas, e muitos personagens poderiam estar sendo melhor aproveitados e explorados enquanto a autora perdia o tempo dela com isso.

A sensação que se fica é que nem a própria autora sabia o que estava fazendo. Muitas coisas ditas por Luce e Daniel ficam repetitivas e massantes, como se Lauren Kate precisasse repetir para si mesma que aquela viagem toda fazia sentido e tinha algum nexo.

Paixão seria um livro que permitiria ao leitores de Fallen um entendimento maior quanto a tal maldição e uma explicação melhor quanto ao amor de Daniel e Luce. Então vejam só, a explicação sobre a maldição até existe, embora ela fique perdida em algum lugar no final do livro e não rende pouco mais do que uma página. Lauren Kate ficou tão obcecada com o passado desses dois e Luce ficou tão preocupada em abraçar e beijar Daniel em todas aquelas vidas que a coisa mais importante para a trama de uma forma geral virou um detalherzinho perdido e ainda vago nas páginas finais. Triste demais.

Sinto que às vezes ler e gostar dessa série é como dar murro em ponta de faca. Paixão pra mim foi um livro criado inteiramente para encher linguiça e empurrar, não conduzir, a história para sua reta final, Êxtase, que pelo menos veio para esclarecer e fechar bem uma série, que apesar de boa, a função principal parece ser mesmo enrolar.

A série conta com 4 volumes e todos eles já foram publicados no Brasil.

Além de “Apaixonados” que é um livro complementar a série Fallen.

Anúncios

2 pensamentos sobre “[Resenha] Paixão

  1. Pingback: [Resenha] Fallen – Lauren Kate | No Meu Mundo

  2. Pingback: [Resenha] Tormenta | No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s