[Resenha] Legend

Ambientado na cidade de Los Angeles em 2130 D.C., na atual República da América, conta a história de um rapaz – o criminoso mais procurado do país – e de uma jovem – a pupila mais promissora da República –, cujos caminhos se cruzam quando o irmão desta é assassinado e a ela cabe a tarefa de capturar o responsável pelo crime. No entanto, a verdade que os dois desvendarão se tornará uma lenda. O que outrora foi o oeste dos Estados Unidos é agora o lar da República, uma nação eternamente em guerra com seus vizinhos. Nascida em uma família de elite em um dos mais ricos setores da República, June é uma garota prodígio de 15 anos que está sendo preparada para o sucesso nos mais altos círculos militares da República. Nascido nas favelas, Day, de 15 anos, é o criminoso mais procurado do país; porém, suas motivações parecem não ser tão mal-intencionadas assim. De mundos diferentes, June e Day não têm motivos para se cruzarem – até o dia em que o irmão de June, Metias, é assassinado e Day se torna o principal suspeito. Preso num grande jogo de gato e rato, Day luta pela sobrevivência da sua família, enquanto June procura vingar a morte de Metias. Mas, em uma chocante reviravolta, os dois descobrem a verdade sobre o que realmente os uniu e sobre até onde seu país irá para manter seus segredos.

Fazia tempo que eu via esse livro no submarino e ele tinha uma capa chamativa e também uma ótima sinopse, mas como minha lista de livros para ler era grande, eu sempre deixei ele de lado ao comprar novos livros, até que uma amiga me disse que ele era bom, resolvi comprar e não me arrependo nenhum pouco.

Legend é mais um livro de Distopia, assim como Divergente e Jogos Vorazes, porém ele não é “apenas mais um livro de Distopia” ele é muito mais que isso, Marie Lu se mostra uma ótima escritora, o livro não é nada cansativo, as informações sobre como Los Angeles é no livro é dada aos poucos, de forma que quando chega na metade do livro você conhece o ambiente em que a história se passa tão bem que se sente dentro dele, eu achei o começo um pouco mais… Longo, não sei a palavra certa, você não se prende tanto a historia no começo, não sei se era porque eu não estava ainda ambientada, mas ao chegar no meio do livro, eu já dormia e acordava pensando nele e não conseguia parar de ler.

O livro se passa em primeira pessoa, porém ao invés de você ter a visão de apenas um personagem você tem a visão dos dois personagens principais, o Day e a June, o livro ao invés de ser dividido por capítulos é divido pelas narrações dos dois personagens, no inicio de cada “capítulo” aparece o nome de cada personagem, então hora você lê as coisas alternando entre June e Day, eles se tornam seus melhores amigos.

Eu tenho grande dificuldade em visualizar personagens em geral, mas isso não aconteceu nesse livro, a descrição de Day é totalmente detalhista, mas ela ocorre aos poucos, no começo Day é um estranho total para você, no final do livro eu já tinha em mente totalmente como Day era, todos seus traços é como se ele fosse uma pessoa real.

Amei o livro, de verdade, a escrita da de Marie é muito gostosa e a história é ótima, o livro pertence a uma série, o segundo livro da série se chama Prodigy, provavelmente vão manter o nome original sem traduzir como Legend, ele já saiu nos EUA e a previsão é que saia ainda semestre pela editora Prumo, agora é contar os dias para continuar lendo essa saga pela qual já me apaixonei.

Anúncios

4 pensamentos sobre “[Resenha] Legend

  1. Pingback: [Notícias da Semana] O que rolou de melhor na semana! | No Meu Mundo

  2. I particularly admire to the creator of the write-up. The way you explain and delivered the piece of information which is excellent. It feels you have very detailed information in the region of the article of the post.Everyone can write, but the way the article author of post has got written it’s really would need time and innovation. Not everyone can post with brilliant ideas neither innovation but you in actuality have done a great job.I am in actuality interested and would love to visit again and read your articles.

    Gostar

  3. Eisai foveros! Mesa stin gekini apelpisia vrisko tis antapokrisis sou tragika xioumoristikes, opos aksizi na ine vevea stin ipothesi tou dentrou. Na tous anagnorisoume vevea oti ke mia fora “opou itan dentro xanagine dentro” e? ta xrisa mou, mpravo tous na do poses fores tha to epanalavoun

    Gostar

  4. Diets high in fat and protein are usually
    effective for people in losing weight. Our therapists will
    provide hands-on therapy to your plantar fascia and calf muscles.
    If you don’t know the cause of a pain, tap on the image of
    that pain and you’ll probably get a measure of relief.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s