[Resenha] A última casa da rua

a ultima casa da rua

No livro, os autores Lily Blake, David Loucka e Jonathan Mostow contam a história da jovem Elissa e sua mãe que, em busca de uma nova vida, encontram a casa dos sonhos em uma pequena cidade do interior dos Estados Unidos. A cidade tem um mistério. Um assassinato aconteceu bem na casa ao lado.
Uma garota matou os pais de forma brutal e desapareceu. Hoje, quatro anos depois, apenas Ryan, o misterioso irmão mais velho, mora sozinho naquela mesma casa, sombria e esquecida no tempo. Indo contra tudo e contra todos, Elissa acaba se envolvendo amorosamente com o estranho rapaz. O que ela não sabe é o quão perigoso esse jogo pode se tornar…

Para quem quer aquela leitura rápida eu super recomendo esse livro, comecei a lê-lo na terça feira e mesmo com estudos, trabalho, blog, RPG eu consegui terminar de lê-lo hoje e o final é surpreendente.

Para quem não sabe, o livro foi transformado em livro e tem estreia prevista para esse mês nos EUA e em Dezembro aqui no Brasil, para quem ainda não viu os traillers do filme, um conselho, não veja, não que os traillers tenham muito spoiller, mas digamos que você acaba adivinhando certas partes antes de acontecer.

O livro tem um inicio nada promissor, Elissa e sua mãe, Sarah, se mudam para uma pequena cidade cheia de gente rica e esnobe, o que é bem diferente do universo vivido pelas duas, a casa para qual se mudam é enorme e elas só conseguem aluga-lo devido a queda no valor dos imóveis da cidade, devido à um duplo homicídio ocorrido à 4 anos atrás na casa dos Jacobson, a casa vizinha à qual Elissa e Sarah vão morar.

Vamos voltar um pouco ao tempo e explicar melhor sobre esse homicídio, Carrie Anne, a filha mais nova do casal Jacobson, aos cinco anos de idade caiu do balanço, tento um traumatismo craniano e nunca mais foi a mesma, ela necessitava de cuidados o tempo todo e era aprisionada em casa pelos seus pais, até que um dia, 10 anos depois do acidente, Carrie Anne mata seu pai e sua mãe e desaparece, ninguém nunca mais a viu, após o assassinato, Ryan Jacobson, filho mais velho do casal Jacobson, que morava com a tia desde o incidente com Carrie, volta para a cidade, morando na casa onde seus pais foram brutalmente assassinado.

Mas Ryan é mal visto por todos na cidade, por ser um garoto quieto, calado e que mesmo após 4 anos, ainda consegue viver naquela casa, nenhum dos moradores nariz em pé da cidade gostam de Ryan, na verdade eles mal o conhecem, mas isso parece deixar Elissa ainda com mais vontade de conhece-lo, até que ela acaba o conhecendo, pois ele foi o único a lhe oferecer uma ajuda depois de uma péssima “festa” no meio de uma estrada deserta.

Elissa descobre que Ryan não é o que todos dizem e acaba se envolvendo com ele em uma trama amorosa, que não agrada nenhum pouco sua mãe Sarah, que tenta proibir os dois de ficarem sozinhos, porém os problemas de relacionamento de Elissa com a mãe a fazem desobedecer totalmente ao que a mãe pede.

Bem, até aí parece uma historia bobinha, estilo “Romeu e Julieta”, duas pessoas que se amam e que a mãe de um quer proibir o namoro, mas digamos que as coisas vão ficando cada vez mais envolventes quando Elissa e o leitor descobre mais sobre a história dos Jacobson e principalmente sobre Carrie Anne.

O final desse livro realmente me surpreendeu, conforme você vai lendo vai se apegando cada vez mais à ele, de forma que você a cada momento quer saber mais sobre a verdadeira historia dos Jacobson, recomendo, à todos os leitores, que prestem atenção em cada detalhe da historia, à cada fala e no final, todos os pontos serão ligados.

Eu só considero um ponto negativo na historia, o romance entre Ryan e Elissa, ele surge muito “do nada” não gostei das cenas de romance, ficou, na minha opinião um tanto forçado, ainda mais com poucas páginas, parece que o autor quis dar uma corrida nisso para a trama, mas não ficou bom. De qualquer forma o suspense e a trama do livro superam esse ponto.

Sei que o filme já está sendo lançado em breve, mas recomendo que leiam o livro antes do filme, ou estraga a surpresa final.

“Antes de sentir o medo… Antes de conhecer a dor… É preciso voltar para onde tudo começou.”

Edit: Então galera, recebi informações diversas sobre o livro e o filme, alguns lugares diz que o o filme é baseado no livro, outros que o livro é baseado no filme. De qualquer forma, fica a dica para ler o livro antes de ver o filme.

Anúncios

4 pensamentos sobre “[Resenha] A última casa da rua

  1. Pingback: Livros da Semana « No Meu Mundo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s