A Verdade sobre os Contos de Fadas – A Bela Adormecida

Bela adormecida

O conto original de A Bela Adormecida (Belle au bois Dormant) foi escrito pelo francês Charles Perrault em 1697 e depois ganhou uma versão dos alemães Irmãos Grimm (com o nome Little Brier-Rose). Mas antes disso, em 1634, o italiano Giambattista Basile havia publicado um conto muito semelhante chamado Sol, Lua e Tália (Sun, Moon, and Talia) que foi a inspiração de Perrault e do conto que conhecemos.

Eu não sei se a versão da Disney a Bela Adormecida possui algum nome, desculpem, eu não era uma criança que assistia os filmes da Disney, mas nessa versão, ela tem nome, se chama Tália e diferente da versão da Disney (eu não vi os filmes, mas sei algumas coisas), Tália não recebeu uma maldição, na verdade ela foi destinada a cumprir uma profecia.

Uma farpa de linho mágica entra sob a unha da princesa, e sim esse é um dado muito importante, e ela imediatamente cai morta. O rei colloca sua filha em uma cadeira de veludo do palácio, tranca o local e vai embora para sempre, para apagar a lembrança de sua dor, deixando a filha forever alone ali.

Passa-se um tempo e um príncipe que estava caçando por ali, encontra Tália (tipo o cara ta caçando dentro do palácio?) e se apaixona por sua beleza, ele tenta acorda-la mas como não consegue resolve estupra-la, tipo “Acorda mulher, ah, não acordou? Foda-se essa merda, vou te comer mesmo assim, to na seca”. Sério, isso é bizarro, pelo visto a Bela Adormecida, ou Tália, não tinha um príncipe tão encantado assim, mas acredite, as coisas ainda vão piorar.

Como as mulheres nessa época eram altamente férteis, foi necessário só uma vez para Tália engravidar, em algumas versões eu li que o príncipe continuou indo lá durante os noves meses seguintes, em outras que ele não foi durante esses nove meses, mas bem, depois que o cara estuprou uma mulher dormindo, eu não duvido de nada (não sei porque mas me lembrei do BBB agora), seria bem normal ele tê-la feita de sua boneca inflável.

Continuando, como ela tinha engravidado, logicamente os bebês iriam nascer em algum momento, sim, os bebês, pois eram gêmeos e eles nascem sozinho, sem medico, sem força, nem nada (seria tão bom se um parto normal fosse tão simples). De uma forma totalmente misteriosa as crianças sobrevivem e sei lá, o cordão umbilical delas acontece algo para cair, e os bebês vão até o seio da mãe se alimentar, como, não me perguntem.

Em uma das vezes que o bebê foi se alimentar, ele ao invés de ir até o seio de Tália, ele chupou seu dedo e se lembra da farpa que tinha ficado sob a unha? Então, ele acaba sugando o dedo da mãe com tanta força, que extrai a farpa, a fazendo acordar.

Tália acorda e ve que agora tinha dois filhos, não sabia como, não fazia idéia de que tinha sido estuprada e nem que tinha engravidado (daí que vem o mito do bebê entregue pela cegonha, tenho certeza que essa foi a primeira explicação que veio a cabeça de Tália, ao ver os bebês), mas ela não suta ou mata os filhos ou não se mata, não fala nada de surtos dela na historia.

Um dia o principe volta, provavelmente querendo dar mais umazinha e encontra agora a princesa que antes era adormecida acordada e as crianças, como ele sabe que não é normal pessoas estuprarem mulheres dormindo, ele soma 1+1 e então resolve assumir a merda que fez, os gêmeos eram dele, daí a historia se divide com duas versões no final.

Na primeira versão e acho que mais conhecida, o príncipe decide casar com a Tália, ela aceita, pois não tem outra opção mesmo, mas o príncipe fala que não poderia leva-la para o seu castelo, pois sua mãe era uma Ogra (supondo que Ogra seja o feminino de Ogro). Entenda, isso não é figura de linguagem, por mais que muitos consideram suas sogras Ogras, nessa vez era a pura verdade, era o sentido literal da palavra. E a Ogra tinha o hábito de comer qualquer criança que aparecesse em seu caminho.

O nosso príncipe Half-Ogro espera então alguns anos até que seu pai morresse para poder virar rei, quando isso ocorre ele leva a sua mulher para o seu reino, junto com seus gêmeos. Sua mãe Ogra acha os seus netos lindos, tão fofos, tão gostosos, que ela resolve come-los, manda o cozinheiro faze-los para sua refeição, mas o cozinheiro que tinha coração faz cabrito no lugar, quando a Ogra descobre, resolve comer a nora, que consegue fugir e conta ao seu marido, o agora rei Half-Ogro, que faz como todo filho faria, acredita totalmente em Tália e manda matar a própria mãe. Lindo não é mesmo?

Na outra versão, o príncipe não era príncipe, era o rei já e a mãe ogra na verdade era sua esposa, daí a gente entende, para quem se casa com uma Ogra, estuprar uma mulher dormindo não é nada. Mas voltando, a história é bem parecida com a outra, a esposa ciumenta quer como vingança comer os dois filhos bastardos do rei, o cozinheiro a engana, ela manda buscar Tália para lança-la ao fogo, mas o rei chega a tempo e lança a própria esposa no lugar de Tália. Ele casa-se com Tália e vive com ela e seus filhos.

Como todas as histórias tem seu aprendizado, vamos ver o aprendizado dessa:

  1. Se sua filha adormeceu, não basta só trancar o palácio, coloque nela um cinto de castidade.
  2. Pessoas podem sobreviver muito tempo sem comer, beber ou qualquer outra coisa, desde que esteja dormindo.
  3. Bebês, gêmeos, podem nascer sem o mínimo esforço da mãe, perder o cordão umbilical e sobreviver mamando sozinhos.
  4. Ogros gostam de cozinhar crianças, principalmente se essas forem seus netos ou filhos bastardo de seu marido.
Anúncios

19 pensamentos sobre “A Verdade sobre os Contos de Fadas – A Bela Adormecida

  1. Mas eu ja ouvi fala de uma versao que dizia que a mae (no caso a BELA ADORMECIDA ou TALIA nao sei ao certo) acordava com os bebes comendo a carne dela de tanta fome
    Por que não teve essa versao

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s