[Resenha] Admirável Mundo Novo- Aldous Huxley

Autor: Aldous Huxley Editora: Biblioteca Azul (selo Globo Livros) Páginas: 306 Nossa resenha de hoje, é mais uma distopia. Considerada uma das maiores distopias, junto com grandes clássicos como: 1984 de George Orwell, Laranja Mecânica de Anthony Burgess e Fahrenheit 451 de Ray Bradbury. “Admirável Mundo Novo”, é um romance de Aldous Huxley publicado em 1932. Estamos em…

[Resenha]O Sol é para todos- Harper Lee

Havia tempos que eu queria adquirir esse livro, o título sempre me chamou atenção e me fez questionar. Apesar do título em inglês “To Kill a Mockingbird” , não ter nada a ver com a sua tradução em português, não me impediu de interpretar o título, após a leitura e achar que caiu como uma luva….

[RESENHA] Wicked (Wicked Years #1) – Gregory Maguire.

Você nunca mais vai enxergar Oz da mesma forma. Quando Dorothy se vê diante do desafio de derrotar a Bruxa Má do Oeste, no clássico Mágico de Oz, vemos a história se desenrolando pelo lado da heroína. Mas e a história de sua arqui-inimiga, a misteriosa bruxa? De onde ela surgiu? Como se tornou tão…

[Resenha Livro] Psicose

O livro que inspirou um dos maiores clássicos de suspense de todos os tempos, mostrando como somos um pouco loucos por dentro. Não são muitos que sabem que o grande clássico de Alfred Hitchcock foi inspirado no livro homônimo de Robert Bloch, ou mesmo o quão difícil foi convencer os estúdios em trazer essa perturbadora…

[Resenha] O Fantasma da Ópera

Mais conhecido por suas inúmeras adaptações, em especial o musical de Andrew Lloyd Webber, “O Fantasma da Ópera” é um clássico moderno e um marco para a literatura mundial. Conta a história de Erik, o epônimo Fantasma, um misterioso ser que vive no subsolo da Ópera de Paris. O Fantasma aterroriza os proprietários da Ópera,…

[Cena Alternativa] O Sétimo Selo

Existe alguma coisa hipnótica nos filmes de Ingmar Bergman. Uma dos maiores mestres do cinema mundial, Bergman faz filmes sobre a angústia, sobre a dor, sobre coisas que gostaríamos que não existissem. E por isso suas obras nos assombram tanto. É preciso ter nervos de aço para sair intocado por qualquer um de seus filmes….

[Cena Alternativa] Doze Homens e Uma Sentença

“12 Angry Men” (“Doze Homens e Uma Sentença”, no original) é um filme que me chocou. Baseado na peça de mesmo nome de Reginald Rose (que inclusive teve uma curta temporada no Rio de Janeiro em maio deste ano), o filme não só é considerado um dos melhores já feitos por inúmeros críticos e organizações…

[Cena Alternativa] A Escolha de Sofia

Desde o início de sua carreira, na década de 1990, o diretor Darren Aronofsky concebeu a ideia de fazer um filme sobre um lutador profissional e uma bailarina. O filme seria uma análise sobre a vida dos artista, sobre como a ideia da arte corporal pode ser cansativa, desumana e até mesmo cruel, uma vez que…

[Cena Alternativa] O Fabuloso Destino De Amélie Poulain

Como falar de um filme que vai além das palavras? Como falar de um filme que vai além daquela tênue linha que só os gênios ousam ultrapassar? O cinema francês criou inúmeros clássicos ao longo dos anos – o exemplo mais recente talvez seja “Amour”, de Michael Heneke, que arrebatou a Palma de Ouro no…

[Cena Alternativa] Noivo Neurótico, Noiva Nervosa, de Woody Allen

A partir de hoje, o No Meu Mundo ganha mais uma coluna: o Cena Alternativa, em que vamos falar sobre filmes clássicos, antigos ou só diferentes do que estamos acostumados a ver no nosso dia a dia. Quinzenalmente, falaremos sobre obras marcantes, longa-metragens que atravessam (ou atravessarão) décadas ou filmes que apenas nos ajudam a…