SEMANA DO ORGULHO LGBTQ NO MEU MUNDO! TOP 5 Melhores personagens LGBTQ nas séries

Pessoalmente, sinto me extremamente feliz e entusiasmado com essas postagens, pois tenho a oportunidade de dar voz e representar nossa comunidade e nossa causa, nesse mês e nessa data que são extremamente especiais para mim, pois além de tudo eu faço aniversário no dia 28. E pra começarmos bem esse “SEMANA DO ORGULHO LGBTQ NO MEU MUNDO ” apresento o TOP 5- Melhores Personagens LGBTQ das Séries:

OBS: Alguns textinhos podem ter spoillers

5 – Jeri Hogarth (Carrie-Anne Moss) – AKA Jessica Jones

Uma personagem extremamente forte que hora ou outra ajuda a Jessica e nos faz questionar o tempo todo seu lado na história. Jeri é uma mulher independente e dona de uma grande empresa, além de estar passando por um divórcio complicado ela ainda tem uma amante. Ela sem dúvidas foge do padrão de personagens que estamos acostumados, e em momento algum sua sexualidade é explorada de forma “fetichezada”. Aliás AKA Jessica Jones, por si só é uma ótima série que fala sobre a superação de abusos psicológicos e sexuais em um relacionamento, tudo isso com uma “super heroína” bem real, vale a pena assistir.

4 – Piper Chapman (Taylor Schilling) – Orange is the New Black

Não poderia deixar de citar alguém de Orange is the New Black, a série que talvez sejam uma das mais diversificadas do momento, tem como sua protagonista uma mulher Bissexual. Piper é uma mulher loira, branca de classe média que está casada com um homem, e acaba sendo presa após uma ex sua de 10 anos atrás a denunciar como cúmplice para se vingar. Piper tem sua sexualidade colocada em pauta constantemente,  tanto na série quanto pelo próprio Fandom. Muitos fãs dizem que Piper é lésbica e casou com um homem para ser aceita socialmente, e também há fãs que digam que a Alex é uma fase dela onde ela estava buscando experiências. Já na série vemos como as detentas do presídio a chamam de Lésbica quando ela começa seu relacionamento com uma mulher, e também uma outra detenta dizendo a Alex que se apaixonar por Piper era burrice, visto que ela é uma mulher hetéro. Mas acontece que Piper não é uma mulher hetéro e sim uma mulher bi que sofre preconceitos por isso, a trama da série gira em torno dela lidando com todos seus dramas pessoais e a confusão que passa em sua mente, visto que ela se apoia em Alex, porém segue apaixonada por seu noivo, e também nos mostra que os Bissexuais também sofrem preconceitos, ao contrário do que muitos acham.

3 – Nomi (Jamie Clayton) – Sense 8

Interpretada pela atriz (também transexual) Jamie Clayton, a personagem é uma blogueira e hacker experiente, que tem um relacionamento com Amanita. Nomi sofre duplo preconceito por ser transexual e lésbica, não recebendo apoio de sua família que ignora completamente sua identidade de gênero e orientação sexual. Grande parte do apoio que Nomi recebe vem do blog em que escreve, pois encoraja seus leitores a serem quem são independentemente do que outras pessoas pensarão disso, ouso dizer que Nomi é a personagem com a história melhor construída em Sense 8, além de superar dramas do passado e do presente, ela ainda consegue ajudar pessoas que passam pelo mesmo atualmente.

2 – Lafayette Reynalds (Nelsan Ellis) – True Blood

Lafayette não tinha como não estar nessa lista, além de ser um gay negro e afeminado em uma cidade pequena, onde já lida com muitos homofóbicos e por sinal muito bem, ainda tem que lidar com seus próprios dilemas de moralidade e também com toda a coisa sobrenatural que rodeia a trama, e por sinal Lafayette tira tudo de letra com uma força incrível, sem dúvidas ele é um dos personagens mais fortes da série.

1 – Sophia Burset (Laverne Cox) – Orange is the New Black

Sophia é uma personagem trans interpretada pela atriz (também transexual) Laverne Cox na série Orange Is the New Black.
A personagem havia sido casada com uma mulher antes de assumir sua identidade de gênero, tendo um filho que não aceita sua identidade. Sophia acaba indo parar na cadeia por fraudar cartões de crédito que foram usados para pagar sua cirurgia de readequação sexual. Sophia serve como uma ajuda psicológica para as outras mulheres do presídio, muitas vezes a ajudando e também fazendo o cabelo das mesma.
Laverne, inclusive disse várias vezes se identificar muito com a personagem, pois assim como ela, Sophia também sofre muito preconceito e teve que fazer escolhas muito dolorosas para assumir sua real identidade.

Enfim, essa foi minha primeira matéria da semana especial, obviamente não foi possível colocar todos os personagens e faltaram inúmeros outros, porém apesar de termos um grande aumento na visibilidade em personagens hoje, vale notar que até na ficção a taxa de mortalidade de personagens LGBTQ é enorme, pelo menos 27 personagens regulares morreram entre 2016 e 2017. Se nas telinhas é assim, no mundo real não poderia ser diferente… Só no Brasil, em 2016 foram 343 mortos, o que equivale a 1 morte a cada 25hs.

1 comentário Adicione o seu

  1. Rafaela Judd disse:

    Mano, obrigada por trazer Lafayette para essa lista. Muito amor neste personagem ♡

    1. Matth disse:

      Siiiim! Ele é maravilhoso, muitos esquecem dele.

  2. ANA BEATRIZ VIEIRA TAVARES DA SILVA disse:

    AMEIIII, FAZ UMA COM PERSONAGENS DE FILME

    1. Matth disse:

      Obrigado! Amey sua sugestão e até fiz uma matéria, dá uma olhada

  3. Renan Martins disse:

    QUE HINO DE MATÉRIA, gostei muito de como abordou cada personagem, parabéns ao blog, e principalmente ao colunista! 🙂

    1. Matth disse:

      Que bom que gostou, muuuuuuuuuuuuuito obrigado! 💙

  4. umceertoalguem disse:

    Graças a Netflix, temos assistidos muito mais conteúdos cm personagens LGBTQ. Isso gera uma grande oportunidade para novos atores. Parabéns pela matéria

    1. Matth disse:

      Netflix rainha da diversidade! 💙Obrigado!

  5. Caio disse:

    Lafaiete <3

    1. Matth disse:

      Siiiim! Melhor personagem! 💙

  6. mionelefay disse:

    Sophia Burset rainha!!!!!!

    1. Matth disse:

      SIIIIM! TANTO SOPHIA QUANTO A LAVERNE! 💙

  7. Lorena Santos disse:

    É muito importante cada representatividade, ameiii o conteúdo e a temática.
    Fiquei com muita vontade de assistir ” True Blood”
    Que venham mais post assim ❤❤❤

    1. Matth disse:

      Sim representatividade é algo muito importante! É bem legal a série, um pouco hot demais mas boa. Fico feliz que tenha gostado da matéria! 💙

  8. Izadora Freitas disse:

    Muito bom! Parabéns pelo texto e pelo dia! Todos unidos por um mundo mais livre de preconceitos! Senti falta da Chapelzinho do ONCE, mas está valendo! 😀

    1. Matth disse:

      A união faz a força, e quanto mais unidos estivermos melhor. Infelizmente não deu para por todos, mas obrigado! 💙

  9. Rolando disse:

    Adorei a lista! Jamye e Laverne <3 maravilhosas

    1. Matth disse:

      Siiiim, rainhas! Obrigado! 💙

  10. Débora Silva disse:

    E triste a situação de pessoas que morrem por puro preconceito…

    1. Matth disse:

      É extremamente triste que em pleno século 21 as pessoas ainda morram por amar

  11. Marco Vinicios Dias Cordeiro disse:

    Muito interessante. Seria legal postar se atriz realmente levanta a bandeira na vida real, ou só no personagem. Ótimo post, parabéns!

    1. Matth disse:

      A maioria sim, mas obrigado pela dica, quem sabe numa próxima matéria. Obrigado pelos elogios. 💙

  12. cesarfrezende disse:

    Uma excelente lista! Embora eu não acompanhe tão fielmente a Orange, no que vi realmente é evidente a representatividade, e quanto à Nomi, é provavelmente minha personagem favorita do Sense8!

    1. Matth disse:

      Orange tem uma representatividade feminina enorme, vale a pena conferir. NOMI RAINHA! 💙

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *