[Resenha] Escuridão

Alma tem 17 anos, e nada em sua vida difere das meninas de sua idade: escola, programas com seu grupo de amigas, tédio e impaciência na relação com a família. Até o dia em que vê um caderno roxo numa vitrine e, por puro impulso, o compra. A partir daí, acontecimentos horripilantes começam a se suceder. Todos descritos em detalhes nas páginas do caderno…antes de acontecerem. Com a letra dela. Que não se lembra de ter escrito nada. Quem é Alma, na verdade? Quem é Morgan, seu misterioso amigo de escola, que parece ter respostas para o que está acontecendo? E como impedir que as forças do mal se aproximem dela e de quem ela ama?

Bom peguei esse livro aleatóriamente na minha prateleira, pois estou começando a colocar em dia minhas leituras dos livros que comprei a 500 anos e ainda não li.

Escuridão é uma história diferente da que estamos acostumadas a ver atualmente, que é cercada de vampiros e essas coisas, a autora resolveu explorar um outro lado, o lado da premonição. Algo mais sombrio e assustador comparado aos demais livros do gênero da atualidade.

Alma de 17 anos, basicamente, é a principal do livro, a típica adolescente americana gótica, vive sua vida normalmente, escola, amigos e tudo mais, mas a partir do dia que olhou um caderno roxo numa loja bem peculiar (pois normalmente só abri em dias chuvosos) de sua cidade sua vida começa a mudar. Alma começa a descrever fatos que envolvem mortes em seu novo caderno antes mesmo deles acontecerem, e o pior, nunca são lembrados por ela, mesmo contendo sua letra. E se já não fosse muito, parece que todos que convivem com Alma começam a ter problemas, incluindo até mesmo suas melhores amigas.

Eu confesso que no começo do livro eu fiquei receosa, pois a primeira vista a protagonista parece não ser nada além de chata, manipuladora e fútil, mas depois de conhecê-la melhor, acabei gostando dela, pois Alma é uma garota muito confiante e firme em suas decisões, e isso acabou conquistando minha simpatia e até mesmo minha admiração. A narração em primeira pessoa também foi ficando muito interessante conforme os acontecimentos estranhos iam ocorrendo.Foi praticamente impossível conseguir interromper a leitura desse livro. Eu queria descobrir o quanto antes o mistério todo por trás da história. Eu ficava muito curiosa a cada página e capítulo que eu lia. Me prendeu totalmente.

A obra de Elena P. Melodia é maravilhosa. Arrisco dizer que é bem diferente de tudo que tenho lido ultimamente do gênero sobrenatural de young adult. Além de ser repleta de mistérios, a protagonista vive perseguições que causam medo e aflição ao leitor. É fantástico e ao mesmo tempo bastante assustador.

A escrita da autora também se destaca, pois além de rica, é bem coesa e detalhada, e mesmo a narração sendo em primeira pessoa em nenhum momento me senti perdida, pelo contrário, consegui visualizar cada cenário e acontecimento com muita precisão.

Os personagens secundários também são bem interessantes, principalmente uma das amigas de Alma, chamada Agatha, que tem umas atitudes bem estranhas, o que faz dela uma garota tão misteriosa quanto Morgan, que acaba se deixando entender como suposto par romântico de Alma para o livro, além de misterioso Morgan tmbm em um certo ponto do livro mostra que pode ajudar Alma a entender o por que de tudo isso.

O final deixou muitas coisas no ar, sem maiores explicações, o que só fez eu ter muita vontade de querer ler a continuação o quanto antes. Pois só fui descobrir que era uma trilogia no último capítulo do livro. Recomendo para quem já está ficando meio saturado de leituras sobrenaturais com vampiros. Variar é sempre bom. Posso dizer que esse livro foi umas das minhas melhores cagadas em promoções do submarino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *