[Resenha] Ecos da Morte – Um novo ponto de vista

                                 

Você alguma vez considerou a idéias de que mortos podem deixar “marcas” por aí?

Marcas que podem ser um cheiro, um gosto ou até mesmo um som, elas ficam gravadas em pessoas e animais que foram assassinados, porém humanos não são sensíveis a elas, exceto uma garota em especial.

Desde muito pequena, Violet Ambrose, carrega o dom mórbido de encontrar cadáveres ao perceber os ecos que mortos deixam neste mundo. Podem ser ruídos, cores e cheiros que se tornam cada vez mais aguçados  como se a chamassem  toda vez que se aproxima de um corpo que fora vítima de assassinato, mesmo se este cadáver for de um animal.Como vive na pequena cidade de Buckley, Violet só teve o desagradável incidente de se deparar com um eco de uma garota assassinada uma vez, quando passeava pelo bosque com seu pai aos 8 anos. Fora isto, costuma sentir os ecos de animais mortos. E, ao enterrar os cadáveres destes animais em seu quintal, os ecos da morte diminuem consideravelmente; a ponto de conseguir ignorá-los. Acontece que não só os mortos carregam estes ecos, mas também seus assassinos.O único que conhece seu segredo, além de sua família, é seu melhor amigo – e amigo de infância – Jay Heaton. Porém se há um segredo que Jay não conhece é que a garota está apaixonada por ele. Desde que voltou das viagens de férias de verão, ele está fisicamente mudado. E, não só Violet notou esta mudança, como também todas as outras garotas do colégio. E, isto tem deixado a garota pra lá de enciumada, mesmo não admitindo!

Agora, a pequena cidade começa a ser aterrorizada quando um serial killer tem sequestrado e assassinado jovens garotas da região. Jay se torna cada vez mais protetor por Violet, especialmente quando a garota decide que é a única que pode encontrar a assassino e quer a todo custo descobrir a identidade do autor destas crueldades. E isto, certamente, a colocará em perigo.

Gostei bastante da trama de “Ecos da Morte” que possui boas doses de romance entre suspense. Foi uma leitura fácil, rápida e atrativa. Não é uma história de suspense com cenas fortes e marcantes, mas tem seus momentos de tensão que alternadas com o romance fofíssimo me prendeu á leitura até suas últimas páginas.

Para aumentar o suspense, ainda há capítulos alternados, com a narrativa do assassino. A narrativa de toda  trama  feita em terceira pessoa também é um ponto positivo e diferencia o livro. Os protagonistas são carismáticos. Fiquei apaixonada pelo Jay logo de cara. Ele é romântico e protetor, e mesmo quando briga com Violet, são por motivos apaixonantes!

Apesar de ser uma história cativante já desde o início, do meio em diante é impossível largar. As ações começam a se entrelaçar e nada mais é o que pensamos. Quando sabemos o que vai acontecer, o rumo da história muda e temos que começar a pensar em outras hipóteses.

                           

 
 

2 comentários Adicione o seu

  1. Ana Lúcia disse:

    Comprei esse livro na Bienal, e não sei porque ainda não tive vontade ler. Porém com sua resenha acredito até que venha a pega-lo logo logo e me deliciar nessa leitura!! Haha
    Beijokas
    Da uma passadinha no meu blog: http://www.leituraesuasmanias.com/

    1. Que bom Ana Lúcia!
      Eu simplesmente adoro!
      Fiquei muito feliz q vc tenha gostado, e espero q leia logo me me diga a sua opinião.
      Bjs!!!! 🙂

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *