[Resenha] A Lâmina da Assassina – História de Trono de Vidro

A Lâmina da Assassina – Conheça o caminho da assassina. Pavimentado com sangue, lágrimas e suor. Implacável, sedutora, letal. Poucos conhecem seu rosto, menos ainda sobrevivem à sua fúria. Não à toa Celaena Sardothian é sinônimo de morte. Suas lâminas são certeiras, assim como seu estranho código de honra e seu aguçado senso de justiça. Mas como uma menina, encontrada agonizando pelo rei dos Assassinos de Adarlan, se tornaria a campeã do rei? Disputada pelo capitão da guarda real e o próprio príncipe herdeiro? No centro de intrigas políticas?

Acompanhe Celaena vencer um lorde pirata e toda sua tripulação; o encontro como uma curandeira; seu treinamento com o Mestre Mudo, senhor dos assassinos silenciosos, nas dunas do deserto Vermelho; a prisão nas Minas de Sal de Endovier; ou, ainda, sua luta contra o mais escorregadio e traiçoeiro dos adversários — o próprio coração.

A Lâmina da Assassina é o prequel da coleção Trono de Vidro da autora Sarah J. Maas. Olha, eu particularmente adoro essa coleção e as capas são lindíssimas!

O livro foi dividido em cinco contos: A Assassina e o Lorde Pirata; A Assassina e a Curandeira; A Assassina e o Deserto; A Assassina e o Submundo; A Assassina e o Império; Sendo que eles seguem uma linha continua de acontecimentos que se complementam.

Nessa narrativa passamos a conhecer todas as nuances da protagonista Celaena, de inicio vemos uma menina mimada e super arrogante em relação a sua posição como assassina de Adarlan, mas com o desenrolar das histórias vemos uma jovem que se permitiu amar e foi amada, que acreditou na amizade e foi traída e que teve TUDO tirado de si rapidamente. É interessante ver o amadurecimento e como esses fatores moldaram a sua personalidade.

Nos primeiros livros da coleção ouvimos falar de alguns personagens e situações importantes da vida dela – como o deserto vermelho e ter sido treinada pelo Mestre Mudo ou o próprio relacionamento com o Sam – mas não tínhamos tido a oportunidade de conhecer a fundo o que aconteceu, era tudo muito genérico. A autora sabe dosar muito bem as informações tornando a construção dessa personagem bem complexa, pois o seu passado esta totalmente ligado com o seu presente, mas você não tem a noção completa da coisa, a cada momento surge algo novo que muda tudo.

Um personagem que adorei conhecer foi o Sam Cortland, o segundo assassino na Guilda do mestre Arobyn Hammel – a primeira era a Celaena claro! Ele é carismático, fofo e seu relacionamento com a assassina é puro, simples e de uma entrega plena. Contudo, a gente sabe o que aconteceu e é triste ver que se ele não tivesse sido tão orgulho talvez a historia tivesse sido outra.

O mestre dos assassinos, Arobyn, é um caso a parte. É um homem extremamente obsessivo e inescrupuloso. Sabe aquele tipo de pessoa que não divide o que é dele com ninguém e prefere destruir a deixar que outra pessoa o tenha? Então… Inicialmente o vemos com a figura paterna da Celaena, mas as atitudes dele são extremamente calculadas nada é por carinho ou amor é mais como uma forma de prendê-la a ele. Com certeza será explorado melhor nos próximos livros da coleção.

Devido a sua ordem cronológica fica difícil escolher qual dos contos é o melhor sendo um dos pregueis mais bem sucedidos dos que eu já li. Tem uma escrita envolvente que você já acaba o livro querendo saber quando vão lançar o próximo. Vale muito a pena a leitura!

Coleção:

Trono de Vidro;

Coroa da Meia-Noite;

– A Lâmina da Assassina;

Em breve serão lançados os outros

4 comentários Adicione o seu

  1. Your feet swell during running, as much as a full shoe size.

    If the injury is not severe, the recovery should be fast.
    When insurance companies stress preventive
    health, they always emphasize doctor exams over laboratory tests.

  2. Vernon Potts disse:

    Especially educational….look frontward to visiting again.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *