[Análise] Cidade dos Ossos – Avaliando a atuação do elenco!

Cidade dos Ossos chegou com tanta força que me deixou desnorteada!Agora assim está passando o frenesi, o êxtase,  a adrenalina e meus pezinhos finalmente estão voltando para o chão… Pelo menos até a próxima sessão. Acho que não sairei dos cinemas nas próximas semanas, se depender de mim essa bilheteria vai bombar – Uhuuuuu!!!

Eu já falei aqui que nossa equipe esteve presente na exibição do filme para a cabine de imprensa na última quinta-feira, que ele é muito bom(melhor do que o esperado), que a qualidade do produto está muito boa(muito além do que se poderia imaginar para o primeiro filme de uma saga teen), que vocês se sentirão gratificado pela espera…Mas é claro que algumas coisas ficaram diferentes, lógico!Mas nada que não possa ser perdoado. O diretor Harald Zwart realmente fez um belo trabalho e realmente tentou ser o mais fiel possível ao livro que tanto amamos. A coisa ficou danada de boa!

Mas assim, tem uma coisinha que acontece no filme – uma das coisinhas aliás – que pode deixar algumas pessoas mais exigentes chateadas e com certeza isso vai dar o que falar depois. Mas depois que eu absorvi o fato, cai em mim que aquilo era MUITO interessante para o LIVRO, que só funcionava bem nele, onde estávamos todos dependente de uma única pessoa, a Cassandra. Mas o filme, depende dos livros, e o que não falta é informações sobre eles por aí… meio vago né… mas vocês logo irão entender.

Apenas assistam o filme de peito aberto e não fiquem aborrecidos com os pequenos detalhes, pensem no conjunto e na qualidade que foi dada a vocês. Na minha opinião o filme só veio pra tornar tudo ainda melhor( e quem me conhece sabe que eu sou cricri pra caramba com essas coisas). Acho até que algumas coisas no filme ficaram até melhores. As explicações foram bem dadas, todas as informações importantes estão lá. Basta ficar ligado e prestar atenção.

Eu poderia ficar o dia todo aqui falando dele com vocês, mas dessa vez venho através dessa matéria para me focar mais na atuação de parte do elenco. Vou falar um pouquinho de cada uma com vocês, sem dar spoilers, claro.

Lily Collins : Eu assisti poucos trabalhos da Lily, pra ser franca nem sei se ela tem muitos. Só vi dois filmes como o”Sem Saída” e “Espelho Espelho Meu”. no entanto, posso dizer que em “Cidade dos Ossos” ela teve a chance de explorar seu talento como atriz de verdade. Até mesmo porque, a vida da personagem que ela interpreta, a Clary, é toda cheia de altos e baixos, mas Lily soube se colocar bem no papel e foi muitas vezes até fofa, sem deixar de lado a sensibilidade, a percepção e a determinação, além da coragem, que tanto admiramos na personagem. Eu consegui sentir tudo isso, então, acho que ela foi muito bem. Muitas pessoas não gostaram da escolha, eu mesma impliquei com a falta de maior aprofundamento na caracterização dela (achava que ela tinha que ter descolorido o cabelos e ter tacado o ruivo cenorão da Clary, além das lentes verdes. Mas fazer o que se o povo não tem espírito de cosplay hehehhe). No entanto, mesmo com o ruivo de farmácia(que é bonito por sinal), você vai sair do cinema vendo a Clary Fray nela mais do que nunca!

Jamie Campbell Bower: Visto por muitos como a grande ovelha negra do elenco por não ter, digamos, aquela beleza de passarela que o mundo inteiro busca e admira. Mas Jamie atuou muito bem e vai dar um chá de cala boca em muita gente  na pele do cara mais complicado, pancado (um dos) e gostoso da série. Tudo bem que ele não chega aos pés da beleza do Jace e blá blá blá, mas ele soube convencer e não decepcionou. Só achei que na maioria do tempo(ou em todo o tempo) ele foi sério demais, até mesmo quando estava usando as piadinhas do Jace. O personagem é bem sarcástico e sempre imaginei ele distribuindo alfinetadas com aquela cara de deboche, aquela alegria que nós sabemos que é falsa. Mas se não estou enganada, o Jace é bem duro e seco antes da Clary e aos poucos ele vai ficando menos pesado, mais leve, mas sem deixar de ser seboso. Sendo assim, Jamie começou muito bem. Bastava olhar pra ele na tela e entender que ele era alguém cheio de marcas profundas (sinif). Tudo isso sem deixar de auto se bajular. Seboso. Ele e o cabelo dele cheio daquelas ceras que os meninos usam.

Robert Sheehan : Esse com certeza vai dar uma de Seu boneco e cair ainda mais nos braços da galera. Robert foi muito fofo, muito engraçado e ainda é bonitinho. As meninas sairão dos cinemas suspirando por ele, tenho certeza. Ele conseguiu tornar seu personagem, Simon, algo ainda melhor. Nunca vi nenhum outro papel com ele, mas achei que ele se saiu muito bem, que cativou a platéia e que foi muito bem em seus embates com Jace. Tenho certeza que a partir desse filme choverão papéis para ele escolher.

Jamima West : Tá aí uma que me conquistou no filme. Eu não conhecia nada dela, não gostei das fotos que vi dela na divulgação do filme, achei que não tinha nada a ver com a Isabelle Lightwood, mas a menina me convenceu. Ela tem uma áurea ,uma presença muito forte em cena. Eu senti isso. É uma espécie de majestade(arrogância) sabe, foi a mesma coisa que eu senti quando olhei para a Madonna num show dela que eu fui aí. Você sente o poder emanando da pessoa. Eu senti isso nessa atriz e a Isa é bem isso mesmo. Fora que ela é tipo, francesa né gente, deve ser isso.

Kevin  Zegers : Olha, ele soube carregar bem a bagagem do Alec, soube mesmo. Mas eu não gostei da escolha dele para interpretar o personagem por muitos motivos. Começando pela idade que é bem nítida. Mas tudo bem. Detalhes. Detalhes tão pequenos de nós dois.

Lena Headey : Não tenho muito pra falar dela, é uma boa atriz e se saiu muito bem como Jocelyn, conforme o esperado.

Aidan Turner: Ele foi muito bem como Luke, é apenas um pouquinho diferente do que eu sempre imaginei, mas, ok. A sintonia entre ele e a Lily também foi convincente.

Godfrey Gao : Eu poderia traduzir esse nome para simplesmente Magnus Bane. Foi perfeito. Preciso dizer mais?Acho que não.

Jonathan Rhys Meyers : O que eu poderia chamar de; Valentim, o bárbaro. Quando esse homem entrou em cena, de couro, todo selvagem e quente, foi isso o que eu pensei. Visualmente, Jonathan(que coincidênciaaa), tem muito pouco do Valentim – que sempre imaginei sem um fio branco de cabelo fora do lugar e dentro de ternos Armanis. Mas não é isso que acontece no filme. No filme Valentim chega de couro e muita pele a mostra… fora aquele sotaque… hummm…. como não gostar de couro e peitoral a mostra?

Haha, brincadeirinha (mais ou menos). O cara foi ótimo, literalmente. Um caçador sedento por seus objetivos e acho que até mais perigoso do que o original.

É isso, está chegando gente. Espero que tenham gostado!

1 comentário Adicione o seu

  1. O nome do ator que interpreta Alec é Kevin Zegers e eu conheci Robert Sheehan no seriado Misfits, que ele era um dos protagonistas.

  2. Haha, sensacional, coloquei o nome do personagem e do ator, mas estava pensando na mesma coisa na hora. Valeu por ter notado esse detalhe.

  3. Maíra Gil disse:

    Oi! Gostei de ter lido sobre o que você achou do filme. Agora queria dar a minha opinião sobre coisas bem levianas xD Quando eu li Cidade dos Ossos, lembro de uma cena em que mostra uma foto da Clary, e tem escrito “E lá estava ela com os seus cabelos cor de morango” ou algo assim. Também vi uns desenhos que a Val Freire(a artista que desenha as runas do livro pra quem não souber) fez do início da caracterização da Clary, quando a Cassandra ainda tava escrevendo o livro, e lá tem um desenho dela e escrito ao redor “cor de cabelo: ruiva (morango)”. Tanto que a Val Freire fala que a Cassandra disse que a Clary parecia com ela, tinha a cor do cabelo dela, e coisas assim, e ela tem cabelo vermelho. Isso e mais algumas coisas me levaram a imaginar a Clary ruiva dos cabelos vermelhos quando lia a série, e não cor de cenoura. Sobre as lentes verdes: é muito dito quando vão fazer filmes que lentes de contato atrapalham muito quando o ator/atriz vai fazer cenas de lutas, parece que embaça a visão ou algo assim. Por isso não to me incomodando com a caracterização da Clary. Mas realmente, são só detalhes! Estou doida pra ver como ela vai representar a Clary :3 No entanto, o Valentine ainda me incomoda um pouco… mas não só porque eu amo o cabelo prateado dele do livro, mas porque eu(e não só eu né?) to preocupado com COMO vão explicar o fato de Valentine ter cabelo pretos, a Jocelyn e a Clary cabelos ruivos e o Jace… LOIRO? E alô, SEBASTIAN VERLAC? Eu não sou muito boa em genética, então talvez tenha alguma explicação pra isso no filme(certo? certo?), ou no Cidade das Cinzas, só to meio insegura :/ Mas como você escreveu, a atuação dele deve ter sido foda! *-* Bem, é isso, Gostei da resenha!

    1. Que bom que gostou, Gil. Vermelho morango ou cenorão, o que importa é que ela foi bem!Espero que você goste do filme como eu gostei.

    2. Eu também fiquei muito incomodada com o Valentine…Cabelos prateados eram as suas caracteristicas mais fortes.
      Enfim,O Jace é Loiro,no livro destaca-se bem isso,Cabelos Dourados assim como os olhos.
      E o Sebastian tem cabelos Loiros-Prateados assim como o de Valentine.

  4. Maíra Gil disse:

    Opa, *Estou doida pra ver como a LILY vai interpretar a Clary.

  5. Cherles Belem disse:

    Adorei a publicação 😉
    Quanto ao Kevin Zegers, não sei se concordo. Visualmente ele é exatamente o Alec que imaginava, igualmente perfeito (em todos os aspectos possíveis rs). E sua interpretação também, de verdade, parecia que eu estava vendo o mesmo Alec que imaginava enquanto lia o livro.
    Robert Sheehan, bom, o que dizer? Ele conseguiu eu me apaixonar tanto pelo Simon do filme quanto me apaixonei pelo do livro. Me vi sentindo pena dele e querendo apertá-lo igual a quando li o livro.
    Quanto ao que disse do Godfrey Gao, realmente, não é preciso dizer mais nada! Como Magnus ele simplesmente fez os poucos minutos em que apareceu valerem totalmente a pena.

  6. jaiane disse:

    O q eu posso falar de cidade dos ossos sou muito suspeita eu amo o livro tenho todos,fui ver o filme e simplesmente amei o filme ja sabia q ia gostar,lily como clary ficou muito boa achei q fico muito parecidas,Jamie como jace tbm gostei como jace desde q soube q ia fazer o papel,gostei da historia ficou bem parecida como o livro tinhas umas coisa de diferente mais q ficou muito legal até mais do q no livro,ñ achei q ficou ruim pelo contrario achei muito otimo gostei do atores o filme ficou bem fiel ao livro EU simplesmente AMEI,quero q ver o segundo logokkkkkkkkkkkkk…

    1. Owadara disse:

      Ole1, StephenieVamos publicar a sinpsoe do prf3ximo livro, A Cidade das Cinzas, ne3o te preocupes Infelizmente, parece que sim, que se3o irme3os O segundo volume deve ser publicado no inedcio de 2010, je1 ne3o falta muito

  7. É…Literalmente o Jamie não é mosculoso como o Jace,mas ele não deixa de ser perfeito. A Lily ficou absurdamente a Clary do livro,todo o seu jeitinho e tamanho fizeram dela uma perfeita Clary.Ela ficou melhor que a Clary do Livro sem as sardas. E O Godfrey…ah o Godfrey.Ele é Exatamente um Magnus Bane,só q com um pouco menos de Porpurina e de Cabelo,q no livro ele geralmente estava com cabelo espetado. A única coisa que eu queria saber é::::::: Quem vai interpretar o Sebastian Verlac,acá Jonathan Cristopher Morgenstern verdadeiro?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *