Categories:

Eu ganhei o livro Terrível Encanto em um evento desse livro que fui, quando ganhei esse livro eu não o conhecia ainda, tinha lido um pouco da sinopse dele e tinha achado bem legal, ao mesmo tempo que fiquei receosa, porque o livro se trata do mundo das fadas e eu sou um pouco chata com esse tema, não que eu não goste, muito pelo contrário, adoro o mundo feérico, o meu receio é pegar um livro assim e ver que fizeram merda com esse universo que eu sei bastante e curto, porém ao ler o livro eu me surpreendi com todo o trabalho feito pela autora de não acabar com as fadas como a Disney fez. Bem, vamos colocar a sinopse antes de falar mais sobre o livro.
terrivelencanto

A jovem Aislinn sempre viveu sob a proteção de três regras inusitadas, mas bastante simples.

  • Não encare os seres encantados invisíveis
  • Não fale com os seres encantados invisíveis.
  • Nunca desperte a atenção deles.

Mas com a chegada de um ser encantado poderoso e sedutor, essas regras perecem perder todo o significado, e a garota se vê diante de escolhas perturbadoras, imersas num mundo que desde pequena foi ensinada a temer e odiar.
Intriga sobrenatural, amores mortais e o choque entre antigas regras e expectativas modernas se entrelaçam neste extraordinário conto de fadas do século XXI

Essa sinopse já me ganhou por um motivo, o nome da personagem principal Aislinn,esse é um nome Celta que significava sonho, para quem não sabe, o mundo feérico, que é o que conhecemos como mundo das fadas, ele teve origem na mitologia Celta, e as “fadas” não são apenas seres com asinhas que voam e fazem bondade, o mundo das fadas para os celtas incluem diversos seres mitológicos, inclusive alguns Deuses Celtas, são na verdade Deuses Feéricos, ou seja, Deuses Fadas, como Morrigan.
Bem, como eu disse, eu gosto muito do tema, por isso meu receio inicial, a segunda coisa que li no livro foi sobre a autora, a foto preto e branco dela, mostra que ela está com algo do Jack, do filme “O Estranho Mundo de Jack” ela já ganhou parte do meu respeito e a descrição dela começa com “Apesar de eu ter sido votada como ‘a mais propensa a ir para a cadeia’ na época do ensino médio” eu ri muito disso e pensei que no mínimo iria me divertir bastante com o livro.
Basicamente a história do livro é a seguinte, Aislinn é uma garota que pode ver os seres encantados invisíveis, assim como sua avó, com quem ela mora, ela aprendeu com a avó a temer esses seres encantados e fingir que não os via, ela nunca contou isso para ninguém, nem para o seu melhor amigo, o Seth, um garoto com um estilo meio gótico que mora em um um vagão de trem, que apesar da aparência estranha é um amor de garoto, principalmente ao se tratar da Aislinn.
Os seres encantados invisíveis não podem chegar perto de ferro, é como se eles tivessem uma espécie de alergia, por isso o vagão de trem que Seth mora é um refúgio para Aislinn, mas não é apenas por isso que ela gosta de ficar lá, Aislinn gosta de Seth, mas como ele é um garoto que nunca assumiu um compromisso, Aislinn tem medo de ficar com ele, apesar das investidas dele, ser uma garota de apenas uma noite e estragar a amizade deles.
Ao mesmo tempo que isso acontece, Aislinn começa a notar que cada vez mais os seres encantados invisíveis, estão na cidade, próximos aos humanos e isso a assusta, principalmente ao ver que cada vez mais eles estão perto de ferro, mas o pavor da garota aumenta quando Kenan, um ser encantado muito poderoso que com certeza faz parte de alguma corte, parece se fixar nela, além dele uma garota, também do mundo encantado, chamada Donia também está seguindo-a. Aislinn se desespera e conta tudo à Seth, sobre os seres encantados, o que ela via, o que ela sabia e que eles estavam atrás dela.
Meus personagens favoritos de longe são a Donia e o Seth, a Donia é extremamente meiga, fofa, delicada, forte ao mesmo tempo que é frágil, é o tipo da personagem que você sente a necessidade de que alguém cuide dela, apesar de ela saber muito bem cuidar de si sozinha e Seth… Bem, Seth é o cara que todas as garotas sonham em ter como namorado, atencioso, fofo, sedutor, protetor e eu poderia passar o resto da resenha falando bem do Seth, mas talvez ficasse enjoativo.
Kenan é o Rei do Verão, mas que não está em pleno poder porque precisa achar a Rainha do Verão, enquanto ele não acha-la, sua mãe, Beira, a Rainha do Inverno e nossa vilã aqui, está deixando os dias cada vez mais frio e com isso matando as criaturas do reino do verão.
Uma coisa que eu achei extremamente legal, é que em cada inicio de capítulo tem uma frase de lendas celtas sobre os seres encantados, o que mostra que a autora se dedicou a estudar as lendas Celtas antes de escrever esse livro, a forma que ela escreve também é ótima e fácil de se ler, de forma que quando se começa não quer parar, o livro é escrito em 3ª pessoa, mas mesmo assim você consegue se entrar no livro facilmente.
Minha grande surpresa ao ler o livro foi em um dos capítulos, onde Donia está procurando um livro específico e entre os livros que ela possui tem o livro “O Mabinogion”, esse livro é meio desconhecido, principalmente no Brasil pois não foi traduzido para nossa língua, a algum tempo atrás ao tentar achar alguma tradução dele, só achei a metade do livro traduzido, “O Mabinogion” é uma coletânea de manuscritos em prosa escritos em galês medieval. São parcialmente baseados em eventos históricos do início da Idade Média, mas que podem remontar a tradições da Idade do Ferro. Para mim, ela mencionar esse livro, mencionar o conhecimento da existência desse livro foi algo que realmente a fez ganhar mais créditos para mim.
Outra coisa do livro que eu gostei muito foi a capa dele, sério pode parecer besteira, mas eu amei a capa do livro, o desenho da frente e a lateral do livro, parece daqueles livros antigos, lindo demais, confesso que passei já várias horas admirando a capa do livro que foi muito bem feita.
Eu realmente recomendo esse livro para todos, fala muito sobre esse universo feérico, baseado nas lendas antigas, a autora pelo visto fez um excelente trabalho para pesquisar sobre o tema antes de escrevê-lo e fez um ótimo trabalho.

No responses yet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *